O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO) comemorou a destinação de 2 bilhões de reais às Santas Casas e aos Hospitais Filantrópicos, sem fins lucrativos, que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS), no exercício de 2020, com o objetivo de permitir-lhes atuar de forma coordenada no combate à pandemia da Covid-19. A Lei nº 13.995 que dispõe sobre a prestação de auxílio financeiro pela União às referidas entidades foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (6).

O Projeto de Lei 1006/2020, de autoria do senador José Serra (PSDB-SP), que deu origem à Lei 13.995, foi aprovado no Senado Federal no último dia 31 de março e teve o apoio e voto favorável de Vanderlan.

Desde o início de seu mandato no Senado Federal, Cardoso vêm priorizando a saúde e destinando recursos para o setor. No ano passado, o senador goiano destinou 1 milhão de reais à Santa Casa Misericórdia de Anápolis que enfrentava dificuldades por conta da falta de recursos. Já a Santa Casa Misericórdia de Goiânia foi contemplada com R$ 1,5 milhão para a instalação de uma UTI pediátrica.

“Sempre defendi o papel imprescindível das Santas Casas que, historicamente, salvam milhares de vidas e auxiliam os mais necessitados. Seja por meio de emendas parlamentares pessoais ou da bancada goiana estamos constantemente destinando recursos à essas importantes instituições”, disse.

Recursos para saúde – Para Goiás, só de emendas do senador Vanderlan Cardoso, foram pagos na semana passada R$ 21.006.537,00 milhões para 88 municípios, entre eles Goiânia, que recebeu 9 emendas para instituições de saúde. Outros R$ 21.942.323,20 de emendas foram remanejados, juntamente com o deputado Francisco Jr, para a Covid-19.

Esses cerca de 22 milhões para a Covid-19 foram destinados ao Hospital de Campanha Estadual (Hospital do Servidor), Hospital de Campanha de Goiânia (Maternidade Oeste), Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (UFG), Hospital de Campanha de Aparecida de Goiânia e mais 45 municípios. Totalizando mais de R$ 40 milhões só para a saúde.

Com informações do Leandro Arantes