Os hospitais municipais de campanha da capital paulista registram 10 mortes causadas pelo novo coronavírus. A morte mais recente é de um paciente de 83 anos nas instalações do Anhembi, zona norte da cidade. Maior dos centros de saúde temporários, o local teve nove mortes de pessoas internadas, enquanto o Pacaembu, na zona oeste, tem um registro.

A cidade de São Paulo tem, segundo o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, 1.744 mil mortes confirmadas por covid-19. Há ainda 2.096 mortes consideradas suspeitas.

O Hospital de Campanha do Anhembi tem atualmente 452 pacientes internados e o do Pacaembu, 162. Os dois espaços acumulam 986 altas desde que foram instalados. Na última sexta-feira (1º), entrou em funcionamento o terceiro hospital de campanha da capital paulista, no Ibirapuera, zona sul, com mais de 268 leitos de baixa complexidade. Juntos, os três hospitais têm 2.240 leitos de baixa complexidade para enfrentar a pandemia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a ocupação das unidades de tratamento intensivo nos hospitais administrados pela prefeitura está em 76%, com 361 internados, sendo que 262 estão utilizando ventilação mecânica.

Foram afastados 3,9 mil profissionais de saúde da rede municipal por suspeita ou confirmação de covid-19. Até o momento, foram registradas 13 mortes entre esses trabalhadores.

Com informações da Agência Brasil